Já teve catapora? Vírus fica para sempre no organismo e pode causar até paralisia

Já teve catapora? Vírus fica para sempre no organismo e pode causar até paralisia

Uma vez infectado pelo varicela-zóster, o paciente o carregará para sempre no organismo. A primeira manifestação do vírus é a catapora, e mesmo que os sintomas da doença já tenham desaparecido, o varicela permanece adormecido nos nervos.

Anos após a primeira infecção, o vírus pode ressurgir, com consequências ainda piores. Foi o caso de Fernanda Keulla, que precisou ser internada às pressas depois de sentir dores que classificou como "insuportáveis" na semana passada.

Até mesmo o cantor Justin Bieber já foi vítima da manifestação posterior da varicela-zóster. Há alguns meses, ele cancelou shows de sua turnê depois que metade do seu rosto ficou paralisado em decorrência da infecção. 

O vírus varicela-zóster, ou VVZ, é um dos oito vírus da herpes conhecidos por infectar os seres humanos. Ele atinge os nervos e causa uma variedade de sintomas, dependendo de seu estágio de desenvolvimento.

Segundo o infectologista Alexandre Naime Barbosa, que também é vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), após a primeira infecção, ele entra em estado dormente na medula e é reativado sempre que o paciente tem queda na imunidade.

A catapora é a primeira manifestação da varicela-zóster no organismo. Seu principal sintoma é o surgimento de centenas de bolhas na pele, que coçam bastante. Essa é, também, uma doença altamente contagiosa do vírus e mais comum em crianças.

Uma vez passado os sintomas, o vírus entra em estado dormente no organismo da pessoa infectada e pode ficar anos sem se manifestar. Até que, porventura, o indivíduo sofre queda na imunidade.

Essa é a oportunidade que o vírus encontra para despertar e causar, dessa vez, a doença , também conhecida como "comichão". O nome popular é decorrente da irritação na pele que pode aparecer como uma faixa de bolhas dolorosa. 

As crises podem acontecer diversas vezes durante a vida da pessoa infectada. O estresse em pessoas saudáveis costuma ser um dos maiores fatores de risco.

A vacina contra a catapora é a melhor forma de se proteger do vírus varicela. A primeira dose é oferecida para bebês com um ano, enquanto a segunda é destinada a bebês entre 15 meses e 24 meses de idade. O intervalo mínimo entre as doses deve ser de três meses.

Além dessa, também foi lançada em junho, no Brasil, uma nova vacina contra o herpes-zóster. Essa nova vacina é indicada para pessoas com mais de 50 anos e pacientes imunossuprimidos a partir dos 18 anos.

"É uma vacina que relembra ao sistema imunológico que, um dia, aquela pessoa teve catapora. Assim, estimula a produção de anticorpos novamente", explica Barbosa.



Fonte: https://www.clickpb.com.br/saude/ja-teve-catapora-virus-fica-para-sempre-no-organismo-e-pode-causar-ate-paralisia-333639.html